Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A nossa vida!!!

O nosso dia a dia, a nossa vida, o nosso diário, o nosso mundo...

A nossa vida!!!

O nosso dia a dia, a nossa vida, o nosso diário, o nosso mundo...

Mais uma meta alcançada, 24 semaninhas!!!


 


Seu bebê
Ele ainda é muito pequeno: tem 21 centímetros e pesa 540 gramas. Minúsculo, não é? Mas muitas transformações continuam ocorrendo no corpo do bebê. Seu cérebro está se desenvolvendo mais rápido, e seus pulmões, amadurecendo. Novas células pulmonares entraram em ação e começaram a produzir o surfactante, uma substância responsável por garantir que ele consiga respirar sem problemas nos primeiros momentos fora da barriga da mãe e, claro, ter fôlego extra para abrir o berreiro. É melhor preparar os ouvidos desde agora.

Sua gravidez
De repente, você levanta da cadeira e começa a se sentir zonza? Sente-se novamente e relaxe porque isso é normal. Por volta do segundo semestre, muitas mulheres sentem a chamada hipotensão postural, uma queda na pressão que ocorre quando você está deitada, sentada ou agachada e se levanta de uma vez. Nessas horas, o sangue desce do cérebro rapidamente devido à força da gravidade, causando uma vertigem. Por isso, muita calma nessas horas. Aproveite para conversar sobre o assunto com seu obstetra na próxima consulta. Afinal, as tonturas também podem denunciar problemas como anemia e alterações nos níveis de açúcar do sangue.

 
Como prevenir a anemia (Por Micheline Matos)
Com o avanço da gravidez, o feto precisa de quantidades ainda maiores de nutrientes para continuar se desenvolvendo. Um deles é o ferro. Uma das funções desse mineral é auxiliar na produção da hemoglobina, a proteína presente nas células vermelhas do sangue e que é encarregada de levar o oxigênio dos pulmões até os outros tecidos do organismo. A carência de ferro interfere nesse trabalho e pode desencadear a anemia, mal que enfraquece a gestante e prejudica seu sistema imunológico. Como conseqüência, o bebê corre o risco de nascer prematuro ou com o peso abaixo da média. De acordo com a nutricionista Maria Antonieta Carvalhaes, da Universidade Estadual Paulista, em Botucatu (SP), todas as mulheres devem tomar suplementos vitamínicos que contenham ferro e outros nutrientes a partir da 20a semana de gestação. A Organização Mundial da Saúde recomenda 60 mg por dia para prevenir esses problemas.

 
Alimentos ricos em ferro
Fígado, carnes vermelhas, ovos e feijão são as principais fontes desse nutriente e não devem faltar na dieta da gestante. O ideal é consumi-los junto com alguma fonte de vitamina C, como frutas cítricas, tomate ou brócolis. Essa tática ajuda a melhorar a absorção do ferro pelo organismo.